Elias João

"Jesus Cristo a Luz do Mundo"

Textos

Caminhos IV

Não adianta querermos ver livres das amarras criadas por nossos atos e omissões. Tudo aquilo que praticamos em vida, sempre nos acompanharão por toda ela numa espécie de "karma".

Nem mesmo o tempo que é o dono dos nossos dias consegue apagar a memória da nossa história terráqueo.

Saber viver é um modo que a própria natureza implaca em nossos destinos e está intimamente ligados àquilo que fazemos.

Fazer o certo sempre foi o modo mais difícil, pois, é cheio de normas e regras de toda envergadura.

Todo aquele que tenta trilhar por caminhos corretos sempre é necessariamente e indubitavelmente ter a que pagar mais caro.

Aquele ou aquela que por suas próprias escolhas venhám enveredar pelos caminhos tortuosos, nunca pagarão nada. Mas, isso não é garantia de tranquilidade.

No sim ou no não , quaisquer de nós poderemos sequer saber sobre o nosso futuro. É olhe que o futuro é coisa de um nanossegundo adiante de nosso precioso presente, que não acaba nunca.

Passamos as 24 horas vivendo a tempo presente e nesse caso o futuro é apenas uma fictícia imaginação. Passam as horas e a cada segundo ou menor ainda, como é o caso do nanossegundo e jamais vemos o futuro. Ele só está no imaginário das pessoas.

De outra forma, temos o passado, que já existiu.

Assim, somos carregados nesse enorme barco chamado presente. Sempre haveremos de estar nele, queiramos ou não.

Tudo é apenas uma questão de nossas escolhas.
Seguir este ou aquele caminho!
O nosso destino, dependendendo da escolha, determinará tudo na vida.

Fazer ou deixar de fazer, pode determinar os nossos destinos.
Os preços pagos pelos erros nossos podem ser salgados, mas, o dos acertos ninguém quer dizer nada. Ninguém vê.

Desta forma , iremos levar a vida até o fim.

Desejo um feliz natal a todos e um ano novo muito abençoado. Abraços ej...!!!

 
eliasjoao
Enviado por eliasjoao em 23/12/2020
Alterado em 28/12/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras